A+ R A-

Tite comanda trabalho tático na Seleção Brasileira

     Conforme se aproxima o amistoso de sexta-feira (23) contra a Rússia, a Selecão Brasileira fica cada vez mais pronta para o compromisso. Nesta quarta-feira (21), no CT do Spartak Moscou, Tite comandou um trabalho tático com o grupo completo.

     Após o aquecimento, o técnico armou duas equipes para uma disputa em campo reduzido. Eram 10 contra 10, muita intensidade e orientação de Tite a todo momento. 

     Depois de cerca de 30 minutos de bola rolando, os jogadores ainda fizeram exercícios de bola parada. Foram treinadas jogadas ofensivas e também o posicionamento defensivo.

     Na sexta-feira (23), Brasil e Rússia se enfrentam no Estádio Luzhniki, futuro palco da final da Copa do Mundo de 2018. A bola rola às 19 horas (13 horas de Brasília).

     Está definida a numeração oficial da Seleção Brasileira para o amistoso.

 

Selecao no CT do Spartak ESPORTESNET 2018 002

 

Selecao no CT do Spartak ESPORTESNET 2018 001

 

 

Selecao no CT do Spartak ESPORTESNET 2018 004

 

Numeracao Amistoso BRA X RUS 23 mar 2018

 

Selecao no CT do Spartak ESPORTESNET 2018 006

 

Mesmo com campanha irregular do União Barbarense, volante Abuda se destaca na equipe e é sondado por clubes das séries B, C e D do Brasileirão

 

 

Por: WP Assessoria Esportiva

     O União Barbarense até que começou bem o Campeonato Paulista Série A3 2018, porém a equipe passou por muitos momentos de instabilidade. Mas isso certamente não se refletiu com o capitão e titular da equipe. O volante Abuda tornou-se um dos destaques do time e vem recebendo sondagens de clubes das séries B, C e D do Campeonato Brasileiro, além de clubes do futebol português.

     Jogador de marcação forte mas também de boa chegada ao ataque, Abuda tornou-se não só uma liderança dentro de campo, mas também para a torcida. A garra demonstrada em campo já é parte integral de sua carreira como jogador profissional. O volante também foi um dos principais destaques na vitória sobre o Rio Branco, rival do União Barbarense e time com o qual a equipe de Santa Bárbara joga o clássico local.

     “Fico muito feliz e agradecido a Deus pelo momento individual que venho passando. Infelizmente a equipe vem oscilando, porém estamos determinados e focados para pôr o time de volta aos trilhos”, disse o volante com passagens por Avaí, Goiás e Ponte Preta.

     O atleta garante também não pensar nas especulações que o ligam a clubes de série B, C e D do Brasileirão, além de sondagens de Portugal, mas que se sente honrado por ter seu trabalho reconhecido. “O foco no momento é ajudar o União Barbarense a conseguir o acesso, porém fico muito feliz de ser lembrado em grandes clubes do futebol brasileiro e outros de Portugal. O futuro a Deus pertence”.

     Revelado nas categorias de base do Mirassol, o volante Abuda soma passagens por clubes como Red Bull Brasil, Avaí, Goiás e Ponte Preta, além de estar em sua segunda passagem pelo União Barbarense. O jogador ainda possui no currículo o acesso para o Campeonato Brasileiro da série A no ano de 2014, com a camisa do Avaí.

 

Abuda Uniao Barbarense ESPORTESNET 001

Corinthians anuncia em nota que desistiu de contratar Zeca

     O Corinthians anunciou, em nota divulgada na manhã desta sexta-feira, que encerrou as negociações com o lateral Zeca, em litígio com o Santos. O clube alega que o departamento jurídico do clube não teve as garantias suficientes para a assinatura do contrato. 

Veja a nota:

     "O Sport Club Corinthians Paulista encerra a negociação com o lateral Zeca. O Departamento Jurídico do clube, após analisar o caso, não teve garantias suficientes para a realização do contrato".

Zeca Lateral Santos Corinthians

Bragantino joga melhor e vence o Corinthians no Pacaembu

Por Luiz Felipe Gaspar

 

 

     Em jogo de ida válido pelas quartas de final do Campeonato Paulista 2018, na tarde de ontem (18) no estádio do Pacaembu, o Bragantino surpreendeu e venceu o atual campeão Corinthians pelo placar de 3x2.

     Os gols da equipe de Bragança foram anotados por Matheus Peixoto, Vitinho e Ítalo. Balbuena e o garoto Pedrinho descontaram para o timão.

     A equipe do interior paulista foi a mandante da partida mas ficou apenas com o setor visitante para acomodar seus torcedores. Assim, a maioria dos mais de 15 mil presentes foi da torcida corintiana.

O JOGO

     O primeiro tempo não foi de grandes emoções. O Corinthians, como já era esperado, tomou a iniciativa e teve duas chances de abrir o placar antes dos dez minutos iniciais, ambas com Emerson Sheik, aos seis e aos nove minutos.

    Após alguns lances sem perigo de gol dos dois lados, o Bragantino, que apenas explorava os contra-ataques, conseguiu chegar com perigo só aos 38 minutos. O atacante Matheus Peixoto quase conseguiu aproveitar um cruzamento de Danilo Bueno, mas o goleiro corintiano Cássio saiu para travar a bola e evitar o gol.

    O Corinthians respondeu imediatamente com uma bola chutada por Maycon, que explodiu no travessão do goleiro Alex Alves.

     E foi no último minuto do primeiro tempo que a equipe do técnico Marcelo Veiga conseguiu abrir o placar. Vitinho fez um cruzamento que foi desviado de cabeça pelo zagueiro Guilherme Mattis e deixou o atacante Matheus Peixoto completamente livre de marcação para escorar no contra pé de Cássio, 1x0 Bragantino.

     Na segunda etapa o técnico corintiano Fábio Carille colocou o menino Pedrinho no lugar de Clayson disposto a empatar o jogo, mas viu um Bragantino perigoso nos contra-ataques.

     Foi desse jeito que a equipe do interior criou duas chances de gol, uma com Diego Macedo aos 12 e outra com Guilherme Mattis aos 14 minutos.

     Mas quando praticamente ninguém esperava, foi que o Corinthians conseguiu o empate. Aos 20 minutos, em uma bola alçada na área, o zagueiro paraguaio Balbuena subiu mais alto e cabeceou para o gol. Os jogadores do Bragantino reclamaram de uma possível falta de Romero em cima do goleiro Alex Alves, não marcada pelo árbitro Leandro Bizzio Marinho.

     Só que a torcida corintiana não teve muito tempo para comemorar o empate, pois aos 25 minutos, após o atacante Ítalo fazer uma bela jogada pela esquerda e bater para o gol, o camisa 10 Vitinho aproveitou o rebote de Cássio para colocar a equipe de Bragança novamente na frente. 2x1.

     E o Bragantino continuo a surpreender no Pacaembu. Aos 31 minutos, em mais um cruzamento para a área corintiana, Cássio consegue fazer um milagre na cabeçada a queima roupa de Willian Schuster, mas não conseguiu evitar o terceiro gol do Bragantino após Ítalo pegar o rebote e encher o pé. 3x1 para os "mandantes".

     Agora na procura de diminuir o prejuízo, Fábio Carille coloca Matheus Vital em campo no lugar de Romero. E a jogada do segundo gol corintiano começa nos pés do camisa 22, que toca para Pedrinho ajeitar e bater muito bem na bola de fora da área, não dando chances para o goleiro Alex Alves. O Corinthians agora tinha um pouco mais de cinco minutos para buscar o empate.

     E ele quase veio em uma cabeçada do zagueiro Henrique, que foi defendida pelo goleiro do Bragantino aos 46 minutos.

     Agora, as equipes voltam a se enfrentar na próxima quinta feira, as 20h, na Arena Corinthians em Itaquera para ver qual deles passa para as semifinais. Vale lembrar que a equipe do interior joga pelo empate para se classificar, uma vitória do timão por um gol de diferença leva o jogo para os pênaltis, já um triunfo corintiano por dois ou mais gols, lhe dá a vaga.

Cor X Bragantino Daniel Augusto Agencia Corinthians ESPORTESNET

FICHA TÉCNICA
Bragantino 3 x 2 Corinthians

Data: 18 de março de 2018, domingo, 16h (de Brasília)
Local: Estádio Paulo Machado de Carvalho, o Pacaembu, em São Paulo
Público e renda: 14.153 pagantes (15.525 total); R$ 607.694,00

Árbitro: Leandro Bizzio Marinho
Auxiliares: Anderson José de Moraes Coelho e Vitor Carmona Metestaine

Cartões amarelos: Vitinho (23'/1ºT), Lázaro (27'/2ºT), Ítalo (31'/2ºT), Gerley (47'/2ºT)

Gols: Matheus Peixoto, aos 47'/1ºT (1-0); Balbuena, aos 20'/2ºT (1-1), Vitinho, aos 25'/2ºT (2-1), Ítalo, aos 31'/2ºT (3-1), Pedrinho, aos 42'/2ºT (3-2)

Bragantino: Alex Alves, Diego Macedo (Robertinho, aos 40'/2ºT), Lázaro, Guilherme Mattis e Fabiano; Adenilson, William Schuster, Vitinho (Gerley, aos 34'/2ºT), Léo Jaime (Ítalo, aos 1'/2ºT) e Danilo Bueno; Matheus Peixoto.
Técnico: Marcelo Veiga.

Corinthians: Cássio, Fágner (Mantuan, aos 23'/2ºT), Henrique, Balbuena e Sidcley; Gabriel, Maycon, Rodriguinho e Clayson (Pedrinho, no intervalo); Romero (Mateus Vital, aos 32'/2ºT) e Emerson Sheik
Técnico: Fábio Carille.



X Rally Team constrói seu primeiro protótipo T1 FIA no Brasil e vence na abertura do Brasileiro

Bicampeã do Rally dos Sertões, a equipe X Rally Team passou também a construir protótipos de competição para ralis. A primeira máquina construída foi uma Ford Ranger V8 4x4 semelhante à qual Cristian Baumgart e Beco Andreotti faturaram o título da principal prova do off-road brasileiro em 2016 e 2017. Toda feita sob a especificação T1 FIA, o carro foi construído em São Paulo em um tempo recorde de três semanas contando, inclusive, com consultoria da Neil Woolridge Motorsports, empresa sul-africana responsável pela construção dos carros com o qual Cristian e Beco venceram o Sertões dos dois últimos anos.

O primeiro grande teste foi realizado no último final de semana em Conceição do Mato Dentro, Minas Gerais, na primeira etapa do Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country. O Rally Minas Brasil estreou também a classe T1 FIA Brasil, com carros de construção mais moderna.

Mesmo com condições tão adversas, de clima chuvoso, tornando o trajeto extremamente liso e de difícil pilotagem, o teste foi um sucesso. Nas mãos de Marcos Baumgart e Kleber Cincea, o protótipo Ford Ranger X Rally Team V8 4x4 venceu a prova.

“O principal aqui era testar o carro, que foi construído em apenas três semanas. Fizemos apenas um teste de rodagem para ver se estava tudo funcionando bem e embarcamos o carro para Minas Gerais”, descreve Marcos Baumgart. “As condições do rali não foram as melhores, pois estava tudo muito liso por causa da chuva, mas a princípio não senti nenhuma diferença em relação aos carros com o qual competimos no Sertões. Então, podemos dizer que a construção do nosso primeiro protótipo foi um sucesso”, elogiou.

Mais dois protótipos estão em fase final de construção e estarão disponíveis para compra ou aluguel para a disputa de etapas do Campeonato Brasileiro, do Rally dos Sertões e também para o Rally Dakar.

 

FIA X Rally Ford Ranger V8 4x4 ESPORTESNET 002



Um novo começo 



Na esteira do crescente interesse de pilotos brasileiros pelos bólidos da classe T1 FIA, o X Rally Team agora investe na construção destes protótipos em território nacional, aproveitando a criação da categoria T1 FIA Brasil pela Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA), homologados para competições nacionais de cross-country.

A construção dos dois primeiros protótipos já foi concluída, fruto de uma parceria com a Neil Woolridge Motorsports, empresa sul-africana responsável que forneceu à equipe o carro que venceu os dois últimos Sertões. “Desde 2014 estamos juntos com a NWM e construímos uma relação de confiança muito forte. Agora eles estão nos auxiliando com toda a expertise de mais de 30 anos de rali na África do Sul na execução deste projeto”, aponta Andreotti.

A configuração dos bólidos, de acordo com ele, é a mesma do carro com o qual venceu o Sertões por duas vezes consecutivas. “É o mesmo motor V8 de 350 cavalos, o mesmo câmbio sequencial Sadev de seis velocidades, a mesma mecânica, com algumas pequenas diferenças que não prejudicam seu altíssimo desempenho, mas deixam os custos mais baixos em relação ao T1 FIA de especificação completa”, destaca o chefe de equipe. 

Entretanto, Beco destaca que, dependendo da demanda, também poderão ser feitos carros para clientes que desejarem competir na classe T1 FIA com o carro “full-spec”, seja para o Sertões, seja para o Dakar ou para provas do Campeonato Mundial de Rally Cross Country da FIA.

Com a expertise de 18 anos de Rally dos Sertões e mais quatro anos competindo em provas internacionais contando com a consultoria sul-africana da NWM, construtora dos Ford Ranger V8 4x4 que venceram duas vezes a prova no Brasil, o time sediado na zona norte de São Paulo coloca-se como construtora de veículos de competição, e não somente de manutenção.

 

FIA X Rally Ford Ranger V8 4x4 ESPORTESNET 001



FICHA TÉCNICA
FIA X Rally Ford Ranger
Motor:
 Ford Mustang 5.0L V8

Potência: 350 cv a 4.500 rpm
Carroceria: Fibra de Vidro
Suspensão: Independente na frente e eixo rígido na traseira com dois amortecedores BOS por roda / Barra estabilizadora na traseira
Freios: Toyota Land Cruiser
Tanque de combustível: FIA 520 litros
Consumo: 1,7 km/l
Câmbio: Sadev 6 marchas sequencial, 4x4 integral
Rodas: Aro 16 Evocorse
Velocidade Máxima: 185 km/h
Peso: 1.915 kg
Eletrônica: Motec

 

Fonte: Assessoria de Imprensa/P1 Media Relations