A+ R A-

Com quebra de recorde de público da liga, Atlanta United e Orlando City ficam no empate pela MLS

Equipe da Florida fica três vezes na frente do placar, mas Atlanta consegue buscar o empate

Por: Gustavo Tomazeli- Especial para o ESPORTESNET - Direto dos EUA

    Vindo de duas ótima vitórias em seu novo estádio, o Atlanta United voltou a atuar no Mercedes-Benz Stadium e diante de mais de 70 mil pessoas, o maior público da histórica da Major League Soccer, os donos da casa ficaram no empate em 3 a 3 com o Orlando City , rival direto na briga pelos playoffs da confêrencia leste da MLS. 

    O jogo começou com bastante intensidade, especialmente pelo lado de Atlanta que começou pressionando, especialmente em chutes de fora da área. Porem, a equipe de Orlando tinha maior controle da partida e aos 10 minutos, após cruzamento da ponta esquerda de Donny Toia, o centroavante Domenic Dwyer subiu mais alto que toda a defesa do United e abriu o placar para os visitantes.

 

IMG 4753 - Copy
Jogadores  de Orlando comemoram o primeiro gol de uma equipe visitante no Mercedes-Benz Stadium(Foto: Reprodução/Atlanta United)

 

    Com o gol sofrido, o primeiro em seu novo estadio, a equipe da Georgia aumentou a pressão no campo ofensivo em busca do empate, mas esbarrava na boa marcação da equipe da florida. Mesmo assim, a blitz dos donos da casa era intensa mas sem eficiencia, pois não despediçava oportunidades de igualar o marcador, especialmente com Yamil Asad e Miguel Almiron.

    Mas aos 36 minutos, após boa jogada e ótimo passe de Hector Villalba pela ponta esquerda, Julian Gressel recebeu na pequena área e rolou para Josef Martinez finalizar com o gol aberto e empatar a partida. Contudo, três minutos depois, após cruamento da ponta direita de Sutter, o goleiro Brad Guzan saiu mal e novamente Domenic Dwyer subiu livre e testou firme para colocar os Lions de novo em vantagem. 

    No intervalo da partida, o comissário da Major League Soccer, Don Garber falou sobre diversos assuntos relacionados a liga. Comentou sobre o succeso da liga em Atlanta e no sul dos Estados Unidos, mas não comentou se teremos possiveis novas franquias em outros estados da região e que estava muito satisfeito com a quebra de recorde de público da MLS e com o arbitro de video. 

Entrevista com o Comissário da MLS: Don Garber



    No segundo tempo, o ritmo seguiu o mesmo, com o Orlando City apostando na marcação e nos contra-ataques, especialmente com a entrada do defensor brasileiro Leonardo Pereira. Já o Atlanta United, seguia pressionando em busca do empate e ele veio aos 10 minutos, com novamente com Josef Martinez, que aproveitou ótimo cruzamento de Chris McCann e testou livre no canto do goleiro Bendik. 


IMG 4770
O Venezuelano Josef Martinez novamente foi o artilheiro do jogo em Atlanta (Foto: Reprodução/Atlanta United)


    Mas a alegria dos torcedores do Atlanta, que lotaram as arquibancadas do Mercedes-Benz Stadium, durou pouco e três minutos depois, após cruzamento da ponta direita de Dwyer, Larin subiu livre na segunda trave e testou no canto do goleiro Guzan, colocando a equipe de Orlando novamente em vantagem.

    Outra vez atras do placar, a equipe comandada por Tata Martino não se abateu e seguiu atacando e aos 24 minutos chegou de novo ao empate, com Josef Martinez, que recebeu ótimo passe de Hector Villalba na pequena área e finalizou sem chances para o goleiro dos Lions, para a explosão da grande maioria dos 70 mil torcedores nas arquibancadas. Com o tento, Martinez chegou ao seu decimo-sexto gol na temporada e ao seu sétimo gol nos últimos três jogos.

 

DJ4JaSMXcAAwP48
Segunda etapa foi de muita vibrção dentro e fora de campo (Foto: Reprodução/Atlanta United)


    Agora, ambas as equipes atuam no domingo(23). O Orlando City enfrenta o Portland Timbers as 21:30 fora de casa. Já o Atlanta United, que segue a sua serie de seis partidas seguidas no Mercedes-Benz Stadium, enfrenta o Montreal Impeact as 18:00 na quarta partida seguida em seus dominios.

 

FICHA TÉCNICA

Atlanta United 3 x 3 Orlando City

16 de Setembro de 2017
Estádio Mercedes-Benz em Atlanta


Atlanta United - 01. Brad Guzan / 18. Jeff Larentowicz  / 3. Michael Parkhurst 16. Chris McCann / 26. Anton Walkes (2. Tyrone Mears) / 14. Carlos Carmona / 24. Julian Gressel (8. Kevin Kratz) / 
10. Miguel Almiron  / 11. Yamil Asad (22. Mikey Ambrose)  / 15. Hector Villalba / 7. Josef Martinez 

Técnico: Gerardo "Tata" Martino

Orlando City  - 1. Joe Bendik / 21. Scott Sutter (15. Thomas McNamara) / 29. Tommy Redding (6. Scott Caldwell) / 2. Jonathan Spector (95. Léo Pereira) /  25. Donny Toia /  23. Antonio Nocerino / 15. Dillon Powers (11. Carlos Rivas) / 19. Yoshimar Yotún (10. Teal) / 14. Giles Barnes / 18. Dominic Dwyer / 9. Cyle Larin (9. Cristian Colmán)

Técnico: Jason Kreis

GolsAtlanta UnitedJosef Martinez(07) :– 36' do 1º tempo e 10, 24 do 2º tempo
          Orlando City: Dominic Dwyer(18) : – 10', 39' do 1º tempo ; Cyle Larin – 13' do 2º tempo


Público: 70,425

Alguns momentos e entrevistas pôs-jogo : Atlanta United 3 x 3 Orlando City