A+ R A-

Um golpe na modalidade

Por Fernando Alves Firmino - Mtb: 71668/SP

 

MMA ESPORTESNET andersonsilva-nickdiaz-ufc-get

     Foi um duro golpe, após Jones, agora é Anderson Silva, outro gigante do MMA, um dos maiores garotos propaganda da mídia atualmente, considerado por muitos que gostam da modalidade como uma das lendas do esporte, sofre com o caso do doping. Mais do que o caso isolado do atleta a modalidade fica em xeque com seus maiores campeões sendo colocados em dúvida quanto a sua integridade. O uso indiscriminado de substâncias ilegais no esporte não é novidade, infelizmente é até comum...haja vista a crescente das indústrias do setor.

      Nick Diaz também caiu no doping, no entanto, em exame feito após o confronto com Spider. O resultado do teste do americano aponta para metabólitos de maconha, segundo informações do "Yahoo!Sports". Esta é terceira vez que ele é pego nesta situação pela Comissão Atlética de Nevada. Em 2007, pelo Pride, e no UFC 143, em 2012, quando enfrentou Carlos Condit pelo cinturão interino dos meio-médios, Diaz testou positivo para THC, princípio ativo da maconha.
     

     Anderson pode ser punido, pois as substâncias encontradas em seu organismo, são passíveis de pena dentro ou fora do período de competição. Flagrado no exame pós-luta, Diaz, reincidente, também não deverá passar impune.

    Mas o mais triste do episódio foi o UFC ignorar a informação do uso da substância por Anderson em detrimento do espetáculo, lamentável...não creio que isto vira a acabar com a modalidade, pois outras modalidades também sobreviveram, mas uma coisa é fato...só os fanáticos talvez continuem a acompanhar no futuro com o mesmo encanto. Outro fato é que a substância que foi deflagrada no exame antidoping ela é utilizada para aumento de desempenho, algo que pesa contra o atleta que difundiu o MMA pelo planeta. Dana White tem que repensar muita coisa com relação a lisura da modalidade para que ela não seja jogada a um espetáculo para alguns, pois atos como este podem pesar contra e afastar quem sustenta o espetáculo: público e patrocinadores.

     Confira a íntegra do comunicado oficial do UFC:

     "Em 03 de fevereiro de 2015, a organização do UFC foi notificada pela Comissão Atlética de Nevada que Anderson Silva testou positivo para Drostanolona no teste para sua luta, realizado no dia 09 de janeiro. O UFC compreende que mais testes serão conduzidos pela Comissão para confirmar estes resultados preliminares.


     Anderson Silva tem sido um excelente campeão e um verdadeiro Embaixador do esporte das artes marciais mistas e do UFC. O UFC está desapontado por saber destes resultados iniciais.

     O UFC tem uma rígida e consistente política contra o uso de qualquer droga ilegal, de alteração de desempenho ou agentes mascarantes, por parte de seus atletas".