A+ R A-

Nossos queridos ditadores do futebol

Autor: Profº Fernando Alves Firmino

MTB: 71668/SP     CREF: 027016-P/SP

 

ESPORTESNET Ditadores Futebol Montagem 2014

 

     Li uma entrevista do Sr. Andrés Sanchez que só vem a provar uma coisa...ele é outra destas figuras nocivas e nefastas que vem fazer parte do grande time de ditadores do futebol nacional. Andrés era para mim há algum tempo um cara que sabia ouvir, com capacidade de aprender e crescer, mas provou o contrário, ligado as facções criminosas que habitam o Corinthians, fez do time de Parque São Jorge, numericamente uma potência, mas politicamente tão fraco quanto na época do péssimo Dualib. Andrés agora se diz dono do estádio do time, que vai "quebrar" a CBF, se intitulando um semi-deus, bem típico de Lula, o analfabeto ex-presidente da república que o colocou no comando do Timão, a torcida corinthiana ainda tem que aguentar o sucessor Gobbi que colocado por Andrés e agora seu desafeto não fez nada pelo clube.

Andres Sanchez CBF ESPORTESNET Ricardo Stuckert Divulgacao

 

O novo candidato a Ricardo Teixeira

 

     E vendo esta entrevista desastrosa de Andrés só percebo que o sem vergonha do Marin, o ex-governador da ditadura, um assassino comprovado da democracia, vai sair da CBF e o futebol continuara a míngua, afinal Marin continua a ditadura implantada por João Havelange e Ricardo Teixeira. Este mal que assola os clubes pelo Brasil e faz com que o futebol que tem um enorme potencial de crescimento e geração de renda se torne o reflexo de uma sociedade politica corrupta e avessa a ouvir o povo. Pois vejamos o Santos que saiu do ditador Marcelo Teixeira e caiu em desgraça com o paizão Alaor que fez negócios escusos que nínguem consegue explicar sobre Neymar que derrubaram o presidente do Barcelona.

     Os clubes do Rio de Janeiro então são uma festa com Kleber Leite e Eurico Miranda podendo serem chamados de exemplos de ditadores e alianças com facções criminosas. Mustafá Contursi que presidiu com mão de ferro o Palmeiras em São Paulo, enganou a todos com a Parmalat e quando ela saiu o que se viu? Um clube falido, entregue nas mãos das facções criminosas, tanto que graças a sua desorganização, já caiu duas vezes a segunda divisão nacional.

     A presidência da CBF já tem dono, Marco Polo Del Nero, do tipo de pessoa que você tem que tomar cuidado, amigo de pessoas como a família Chedid, que acabou com o Novorizontino e patrocinado pelo ditador Ricardo Teixeira e Marin, então o futebol nacional, não muda em nada.

     Um país onde Genoíno, Dirceu tem privilégios e proteção do supremo tribunal, onde o povo não sabe manifestar-se e sim causar destruição e morte, onde as pessoas de bem são coagidas para ficarem quietas, onde os policiais não podem agir contra bandidos pois os direitos humanos( direitos humanos????) protegem aos pobres marginais, como o futebol seria democrático?

clube-dos-13

     E nosso incrivelmente gagá Juvenal Juvêncio que lança para sucede-lo no São Paulo o ditador e criador de um dos grandes tumores do futebol nacional, o Clube dos Treze, Carlos Miguel Aidar, advogado que presta serviços para quem? CBF do ditador Marin, o texto fica até repetitivo de tanto dizer ditador, mas chamar do que pessoas como estas, que se aliam e financiam o crime no futebol, com facções criminosas que tem mais poder que você torcedor honesto e pai de família? Pessoas que lesam os clubes? Lamentável...

    Não sei se Andrés vai conseguir criar em 2018 sua liga da ditadura e só mudar o foco do crime, mas uma coisa é certa, as cabeças pensantes deste país maravilhoso precisam mudar urgentemente, pois o país é incrível, mas o comando...incrivelmente bandido.