A+ R A-

Eusébio nos deixa...

Eusebio Manuel Almeida EFE 2011 Futebol ESPORTESNET Crédito da foto: EFE

 

     O mundo do futebol esta de luto nesta manhã, o maior jogador da história do futebol português, Euségio, nos deixou.

     Na madrugada do dia 05 de Janeiro, o Pantera Negra nos deixou aos 71 anos, vítima de uma parada cardiorespiratória.

     Se hoje Portugal vive a febre de Cristiano Ronaldo, tudo se deve a Eusébio, que veio de Moçambique, lutou, enfrentou o preconceito e as dificuldades para defender o futebol português...em 1966 ele foi o ícone principal de uma geração, sendo o craque da Copa.

     Eusébio era a poesia em torno da bola, ou seria a bola em torno da poesia, não se sabe ao certo, só se sabe que aqueles que o viram atuar, o consideram um mito e como disse o presidente do Benfica: os mitos nunca deveriam partir. Cresci ouvindo histórias, maravilhas sobre o futebol de Eusébio e assim aprendi também a admirar o futebol de nossos patrícios. Pantera Negra era como o chamavam e tal como o referido animal, ele era preciso em seus arremates, sua visão de jogo era fantástica e sua velocidade pelo qual passava por entre os adversários, o faziam realmente se assemelhar a uma Pantera Negra...

     O presidente do Benfica, clube que imortalizaou Eusébio, Luis Felipe Vieira lamentou profundamente a perda no site oficial do clube:

     - Nunca estamos preparados para perder aqueles que nos são mais próximos, aqueles que por tudo o que fizeram, por tudo o que alcançaram, nos acostumos a ver como imortais. Eusébio já tinha ganho em vida a sua condição de mito e é por isso que a notícia do seu falecimento mais choca porque os mitos nunca devem partir - afirmou Luis Filipe Vieira.

Eusebio Pele 1997 Futebol AFP ESPORTESNET

 

Eusébio e Pelé durante entrega do prêmio de melhor jogador do mundo em 1997. Crédito da foto: AFP

     O Pantera Negra era conhecido por sua velocidade, técnica e excelente finalização com o pé direito. Ele defendeu o Benfica por 15 anos e se tornou o maior artilheiro da história do clube, anotando 638 gols em 614 jogos oficiais.

     Eusébio da Silva Ferreira nasceu em Lourenço Marques, em 25 de janeiro de 1942, em Moçambique.

     No Benfica, Eusébio ganhou 11 Campeonatos Nacionais (1960/1961, 1962/1963, 1963/1964, 1964/1965, 1966/1967, 1967/1968, 1968/1969, 1970/1971, 1971/1972, 1972/1973 e 1974/1975), cinco Taças de Portugal (1961/1962, 1963/1964, 1968/1969, 1969/1970 e 1971/1972) e uma Taça dos Campeões Europeus (1961/1962), além de ter sido três vezes vice-campeão europeu (1962/1963, 1964/1965 e 1967/1968).

     Por Portugal, o ex-atacante disputou 64 partidas e anotou 41 gols. Eusébio encantou o mundo na Copa do Mundo de 1966, quando sua seleção venceu o Brasil na fase de grupos por 3 a 1 e chegou até às semifinais, sendo eliminada pela Inglaterra com a derrota por 2 a 1. Os portugueses conquistaram o terceiro lugar ao vencer a antiga União Soviética por 2 a 1. O Pantera Negra foi o artilheiro da competição, com nove gols.

Eusebio Velorio ESPORTESNET 2013

 

Caixão do craque português chega ao Benfica coberto pela bandeira do clube. Crédito da foto: EFE

 

Acompanhem um vídeo sobre a carreira do Pantera Negra: