A+ R A-

Neymar, o inquestionável

Por Fernando Alves Firmino

    Neymar virou alguma espécie de santo no Brasil, talvez seja a única explicação para ele ser o primeiro atleta do país que não pode ser questionado. Ele acha que pode ser colocado no mesmo patamar de Romário, Pelé, Ronaldo, Garrincha...e não pode. Craque, sim, ele é, sem dúvida, ídolo, não, ele não possui a personalidade e atitude para tal.

     Chorar ao final de uma partida, não é motivo para o criticar, afinal, seres humanos possuem sentimentos, mas suas atitudes, pesam contra ele. Um atleta mimado, mimado demais, e a grande culpa disso é a imprensa que na carência de ter um novo ídolo no futebol o transformou em um DEUS e quando ele subiu la agora é dificil tirar ele.

     Apanhar no jogo é consequência do seu valor, da sua visibilidade, veja Ronaldo, Garrincha, Pelé, Tostão, Zico, Ronaldinho e tantos outros...o grande craque tem que saber conviver com isto...afinal, com grandes poderes, vem grandes responsabilidades. É irritante o chama-lo de "menino Ney", ele não é menino há muito tempo, já é pai, é um homem, que deve entender o tamanho de sua responsabilidade de empunhar a camisa da seleção brasileira, assim como os que o fizeram antes dele. 

     Agora no século 21 somos vitimas do jogador que tem seu STAFF, o jogador vai para a Copa com cabelereiro, parças, modelos, manicure, cozinheiro, motorista e o foco no jogo, nos treinos ficam em segundo plano. É fato que o Neymar sofre pelos três meses sem jogar, mas vale lembrar que um tal de Ronaldo, sofreu três lesões gravissímas e voltou para ser um dos grandes do futebol mundial, bi-campeão do mundo.

     Neymar ira escrever sem dúvida uma página muito importante no futebol brasileiro, não há dúvida, mas me preocupa o legado que ele deixa ao futuro do esporte número um de nossa nação. Uma geração de atletas, não só ele, que se preocupam mais com uma selfie, em cuidar do seu penteado, do que em honrar uma camisa com cinco estrelas no peito, a mais "pesada" do planeta. Neymar deve sim ser reverenciado como maior talento do futebol brasileiro na atualidade, mas não o consigo colocar na mesma frase com os grandes nomes do futebol brasileiro.

     Talvez seja um problema cultural que este colunista possui, em ter valores diferenciados, por ter sofrido com certas mazelas da vida, que não me fazem enxergar a importância de tantos mimos, de tanta paparicação, dou mais valor ao trabalho, a dedicação, ao aprendizado, a história que existe por trás. Mas vamos torcer por Neymar e que seus xiliques se transformem em gols e que suas birras de criança mimada se transformem em títulos para o bem da geração selfie que acha que o futebol surgiu no ano 2000.

    Não é o futebol ou Neymar que ira mudar as mazelas, a fome e a corrupção de nosso país, mas para nós que amamos esta coisa louca que é o futebol, enraizado em nossa cultura, o camisa 10 de nossa seleção poderia se mais atleta e menos popstar de rede social


Neymar Camisa Selecao Copa 2018 22 junho 001

 

No Tatico Fernando Alves Firmino ESPORTESNET 2015