A+ R A-

Bragantino joga melhor e vence o Corinthians no Pacaembu

Por Luiz Felipe Gaspar

 

 

     Em jogo de ida válido pelas quartas de final do Campeonato Paulista 2018, na tarde de ontem (18) no estádio do Pacaembu, o Bragantino surpreendeu e venceu o atual campeão Corinthians pelo placar de 3x2.

     Os gols da equipe de Bragança foram anotados por Matheus Peixoto, Vitinho e Ítalo. Balbuena e o garoto Pedrinho descontaram para o timão.

     A equipe do interior paulista foi a mandante da partida mas ficou apenas com o setor visitante para acomodar seus torcedores. Assim, a maioria dos mais de 15 mil presentes foi da torcida corintiana.

O JOGO

     O primeiro tempo não foi de grandes emoções. O Corinthians, como já era esperado, tomou a iniciativa e teve duas chances de abrir o placar antes dos dez minutos iniciais, ambas com Emerson Sheik, aos seis e aos nove minutos.

    Após alguns lances sem perigo de gol dos dois lados, o Bragantino, que apenas explorava os contra-ataques, conseguiu chegar com perigo só aos 38 minutos. O atacante Matheus Peixoto quase conseguiu aproveitar um cruzamento de Danilo Bueno, mas o goleiro corintiano Cássio saiu para travar a bola e evitar o gol.

    O Corinthians respondeu imediatamente com uma bola chutada por Maycon, que explodiu no travessão do goleiro Alex Alves.

     E foi no último minuto do primeiro tempo que a equipe do técnico Marcelo Veiga conseguiu abrir o placar. Vitinho fez um cruzamento que foi desviado de cabeça pelo zagueiro Guilherme Mattis e deixou o atacante Matheus Peixoto completamente livre de marcação para escorar no contra pé de Cássio, 1x0 Bragantino.

     Na segunda etapa o técnico corintiano Fábio Carille colocou o menino Pedrinho no lugar de Clayson disposto a empatar o jogo, mas viu um Bragantino perigoso nos contra-ataques.

     Foi desse jeito que a equipe do interior criou duas chances de gol, uma com Diego Macedo aos 12 e outra com Guilherme Mattis aos 14 minutos.

     Mas quando praticamente ninguém esperava, foi que o Corinthians conseguiu o empate. Aos 20 minutos, em uma bola alçada na área, o zagueiro paraguaio Balbuena subiu mais alto e cabeceou para o gol. Os jogadores do Bragantino reclamaram de uma possível falta de Romero em cima do goleiro Alex Alves, não marcada pelo árbitro Leandro Bizzio Marinho.

     Só que a torcida corintiana não teve muito tempo para comemorar o empate, pois aos 25 minutos, após o atacante Ítalo fazer uma bela jogada pela esquerda e bater para o gol, o camisa 10 Vitinho aproveitou o rebote de Cássio para colocar a equipe de Bragança novamente na frente. 2x1.

     E o Bragantino continuo a surpreender no Pacaembu. Aos 31 minutos, em mais um cruzamento para a área corintiana, Cássio consegue fazer um milagre na cabeçada a queima roupa de Willian Schuster, mas não conseguiu evitar o terceiro gol do Bragantino após Ítalo pegar o rebote e encher o pé. 3x1 para os "mandantes".

     Agora na procura de diminuir o prejuízo, Fábio Carille coloca Matheus Vital em campo no lugar de Romero. E a jogada do segundo gol corintiano começa nos pés do camisa 22, que toca para Pedrinho ajeitar e bater muito bem na bola de fora da área, não dando chances para o goleiro Alex Alves. O Corinthians agora tinha um pouco mais de cinco minutos para buscar o empate.

     E ele quase veio em uma cabeçada do zagueiro Henrique, que foi defendida pelo goleiro do Bragantino aos 46 minutos.

     Agora, as equipes voltam a se enfrentar na próxima quinta feira, as 20h, na Arena Corinthians em Itaquera para ver qual deles passa para as semifinais. Vale lembrar que a equipe do interior joga pelo empate para se classificar, uma vitória do timão por um gol de diferença leva o jogo para os pênaltis, já um triunfo corintiano por dois ou mais gols, lhe dá a vaga.

Cor X Bragantino Daniel Augusto Agencia Corinthians ESPORTESNET

FICHA TÉCNICA
Bragantino 3 x 2 Corinthians

Data: 18 de março de 2018, domingo, 16h (de Brasília)
Local: Estádio Paulo Machado de Carvalho, o Pacaembu, em São Paulo
Público e renda: 14.153 pagantes (15.525 total); R$ 607.694,00

Árbitro: Leandro Bizzio Marinho
Auxiliares: Anderson José de Moraes Coelho e Vitor Carmona Metestaine

Cartões amarelos: Vitinho (23'/1ºT), Lázaro (27'/2ºT), Ítalo (31'/2ºT), Gerley (47'/2ºT)

Gols: Matheus Peixoto, aos 47'/1ºT (1-0); Balbuena, aos 20'/2ºT (1-1), Vitinho, aos 25'/2ºT (2-1), Ítalo, aos 31'/2ºT (3-1), Pedrinho, aos 42'/2ºT (3-2)

Bragantino: Alex Alves, Diego Macedo (Robertinho, aos 40'/2ºT), Lázaro, Guilherme Mattis e Fabiano; Adenilson, William Schuster, Vitinho (Gerley, aos 34'/2ºT), Léo Jaime (Ítalo, aos 1'/2ºT) e Danilo Bueno; Matheus Peixoto.
Técnico: Marcelo Veiga.

Corinthians: Cássio, Fágner (Mantuan, aos 23'/2ºT), Henrique, Balbuena e Sidcley; Gabriel, Maycon, Rodriguinho e Clayson (Pedrinho, no intervalo); Romero (Mateus Vital, aos 32'/2ºT) e Emerson Sheik
Técnico: Fábio Carille.