A+ R A-

Hoje foi a vez da Force India

 

     A rodada de apresentações dos carros para a temporada 2017 da F1 teve um novo capítulo nesta quarta-feira (22) com o lançamento do novo modelo da ascendente Force India a Force India. Em Silverstone, casa do mais tradicional circuito inglês para a F1 e também sede do time anglo-indiano, o novo VJM10, nome alusivo ao nome do dono da equipe, o bilionário indiano Vijay Mallya. É com este novo carro, dotado das agressivas mudanças na F1, que o time irá tentar responder à altura a melhor campanha da história da equipe no ano passado, quando alcançou o histórico quarto lugar no Mundial de Construtores. A meta agora é ir além e chegar ao top-3 da F1 em 2017.

     Em uma semana de lançamentos que já aprentou novidades nas pinturas da Sauber e também da Renault, embora esta tenha mantido o preto e amarelo como predominantes, a Force India inovou e tornou o novo modelo praticamente todo prateado, com alguns detalhes em preto e laranja. Chama a atenção a enorme 'barbatana de tubarão' posicionada na tampa do motor e também um bico muito diferente de todos os apresentados até agora, muito alusivo às temporadas 2012 e 2013. Também há um degrau antes da asa dianteira, algo muito particular em relação aos outros modelos da F1 2017 até o momento.

     Depois de dois anos de incrível ascensão na F1, a Force India sonha em deixar para trás o posto de equipe emergente para enfim se tornar grande no Mundial. Para isso, Mallya chegou com um discurso ousado traduzido em meta de top-3 para o time anglo-indiano. E, ao ser questionado sobre as declarações de Cyri Abiteboul, diretor da Renault, sobre a capacidade da Force India em se manter no rol das cinco primeiras, disparou: "Quem não acredita vai ter de engolir as palavras".

     Depois de três anos com Nico Hülkenberg e Sergio Pérez como dupla, agora o piloto mexicano terá o jovem francês Esteban Ocon, indicado pela fornecedora e parceira Mercedes, ao seu lado. Hülkenberg decidiu deixar a equipe para ir rumo a um time de fábrica. No caso, a Renault, que apresentou seu próprio carro na última terça-feira. Ocon, membro do programa de desenvolvimento de pilotos da Mercedes, chega após estrear na F1 no meio da temporada 2016 com a Manor e vencer uma disputa com seu ex-colega de equipe Pascal Wehrlein, que ganhou a vaga na Sauber como 'prêmio de consolação'.

     A nova dupla deixa o chefão Mallya animado. “Checo tem sido brilhante. Ele é um piloto de verdade, destemido, tem um talento enorme e simplesmente ama correr", disse Vijay, durante a apresentação do modelo. "Ele tem corrido de forma bem sucedida para nós e quando ele deu uma olhada rápida neste carro, eu nunca o vi tão empolgado olhando para um carro antes. Acho que isso diz tudo. Esteban é um jovem muito, muito talentoso. Quando Hülkenberg decidiu partir, nós, obviamente, passamos muito tempo pensando em quem poderíamos contratar como substituto. Esteban já tinha testado conosco antes, nós tínhamos alguns dados a respeito dele, ele foi muito bem no simulador, impressionou a todos nós, então tomamos uma decisão. Ele é jovem, é talentoso, tem uma experiência limitada na F1, mas, mais importante, ele está disposto a aprender", seguiu.

 

Fonte: GP

VMJ10 Force India 2017 Radio ESPORTESNET 001

 

VMJ10 Force India 2017 Radio ESPORTESNET 002

 

VMJ10 Force India 2017 Radio ESPORTESNET 003