A+ R A-

Judô - Seleção é convocada para o Grand Slam de Paris e terá as duas campeãs olímpicas em ação

 

 

     A Confederação Brasileira de Judô convocou 15 atletas para o Grand Slam de Paris, uma das principais etapas do Circuito Mundial, que acontecerá nos dias 11 e 12 de fevereiro na capital francesa. Pela primeira vez na história, a seleção brasileira de judô contará com duas campeãs olímpicas na delegação.

     Ouro em Londres 2012, Sarah Menezes terá um teste de fogo em sua nova categoria, a meio-leve (52kg), enquanto Rafaela Silva, campeã do peso Leve (57kg) no Rio, estreará seu backnumber dourado defendendo o Brasil em competições da FIJ.

     "Lutar em Paris é como fazer uma luta dentro de um estádio de futebol lotado. São sempre muitos atletas e muitos torcedores, o que me motiva bastante. Além disso, os franceses são ótimos anfitriões e sempre sou muito bem recebida pelas meninas da seleção da França", comentou Rafaela, atualmente número 2 do mundo, que já tem dois bronzes no Grand Slam francês. Em Paris, ela será cabeça de chave número um e vai atrás de seu primeiro ouro.

     Para Sarah, que já tem dois bronzes e uma prata "parisienses", o desafio será ainda maior em seu primeiro Grand Slam no novo peso. No Ligeiro (48kg), a brasileira é a quinta do mundo, mas não leva os pontos para a nova categoria. Precisa recomeçar do zero para voltar ao topo do ranking e Paris será sua primeira grande chance de somar valiosos pontos.

     "Eu estou, praticamente, reiniciando no judô. Então, tudo está sendo importante. São novas adversárias, mais altas e com força diferente. Vou começar do zero, sem nenhuma pontuação no ranking. É um ano de adaptação", explica a campeã de Londres, que pode enfrentar em Paris as melhores judocas do meio-leve, como a campeã olímpica Majlinda Kelmendi, do Kosovo, e a titular do Brasil no Rio, Érika Miranda, três vezes medalhista em Campeonato Mundial.

     Antes de Paris, porém, Érika e Sarah competirão no Aberto Europeu de Sófia, na Bulgária, no dia 4 de fevereiro para voltarem ao ritmo de competições.

     Além delas, a equipe brasileira contará com outro medalhista olímpico, mas no lado masculino da delegação. Bronze em Londres 2012 e no Rio 2016, Rafael Silva também fará sua estreia no Circuito Mundial neste novo ciclo olímpico para Tóquio 2020.

    Jovens judocas do Projeto Ohayou, que desde 2014 vêm sendo trabalhados para renovar a seleção olímpica, também terão oportunidade em uma grande competição. Larissa Farias (48kg), Yanka Pascoalino (63kg), Daniel Cargnin (66kg) e Eduardo Yudy Santos (81kg) são os novatos que integrarão a equipe em Paris.

Judo Brasil Sarah Erika Radio ESPORTESNET 2017

Veja abaixo a lista completa dos convocados para o Grand Slam de Paris:

Feminino
Larissa Farias 48kg/FJERJ/Instituto Reação
Érika Miranda 52kg/FMJ/Minas Tênis Clube
Sarah Menezes 52kg/FPIJ/AJ Expedito Falcão
Rafaela Silva 57kg/FJERJ/Instituto Reação
Yanka Pascoalino 63kg/FPJUDO/E.C. Pinheiros
Maria Portela 70kg FGJ/Sogipa
Maria Suelen Altheman +78kg/FPJUDO/AJ Rogério Sampaio Masculino
Masculino
Eric Takabatake 60kg/FPJUDO/E.C. Pinheiros
Daniel Cargnin 66kg/FGJ/Sogipa
Eduardo Yudy Santos 81kg/FPJUDO/E.C.Pinheiros
Victor Penalber 81kg/FJERJ/Instituto Reação
Luciano Correa 100kg/FMJ/Minas Tênis Clube
Rafael Buzacarini 100kg/FPJUDO/AJ Vila Sônia
David Moura +100kg/FJERJ/Instituto Reação
Rafael Silva +100kg/FPJUDO/E.C.Pinheiros

Fonte: CBJ