A+ R A-

Seleção masculina de futebol goleia Dinamarca e continua viva na disputa

 

BRA X DIN Rio 2016 Getty Images Radio ESPORTESNET 10 agosto

     O apoio dos mais de 41 mil torcedores presentes na Arena Fonte Nova, em Salvador (BA), foi fundamental para o Brasil continuar vivo no caminho da inédita medalha de ouro olímpica. Sob os gritos de "o campeão voltou", a seleção de futebol masculino goleou a Dinamarca por 4 x 0 e fechou a primeira fase dos Jogos Olímpicos Rio 2016 de alma lavada e na liderança do Grupo A. Os gols foram marcados por Gabriel Jesus, Luan e Gabigol (duas vezes). O próximo desafio do Brasil será no sábado (13.08) contra a seleção colombiana na Arena Corinthians, na capital paulista.

     O resultado em campo trouxe tranquilidade para a torcida e para o time do técnico Rogério Micale, que vinha pressionado pelos dois empates sem gols nos dois primeiros jogos. Principal estrela da seleção, Neymar destacou a tranqüilidade que a vitória traz ao grupo. “Estamos felizes pelo nosso jogo hoje, fizemos o que era para ser feito”, disse. O capitão da seleção, que ainda não marcou nos Jogos Olímpicos do Rio, afirmou que o gol não é o mais importante para ele. “Não me importo em fazer gols, o importante é que minha equipe vença e meus companheiros estejam felizes”, afirmou

 

     Sobre as críticas que tem recebido, Neymar agradeceu à família pelo apoio. “Estou acostumado a criticas há um bom tempo, mas não ligo. Ligo para o que nossa equipe está precisando. As coisas de fora não podem contaminar. A gente agradece a nossa família, que são as pessoas que nos apoiam sempre”.

 

     Autor de dois gols na partida desta quarta-feira, Gabigol destacou o empenho do time, que teve melhor aproveitamento das oportunidades criadas. “A partida foi muito boa, foi uma grande vitória e jogamos bem mais uma vez. Só que hoje, felizmente, conseguimos fazer o gol no começo da partida e isso nos tranquilizou bastante”, comentou. O camisa 9 do Brasil também analisou o próximo adversário da seleção. “A Colômbia é uma equipe muito qualificada, vamos ver alguns vídeos para estarmos preparados e aproveito para convocar a torcida de São Paulo para comparecer e nos apoiar”. 

 

     O zagueiro Rodrigo Caio se mostrou aliviado com o resultado da partida. “A gente conseguiu se unir de uma forma espetacular, está todo mundo de parabéns. Só nós, ali dentro do grupo, sabíamos o quanto estávamos tristes com as apresentações e hoje conseguimos dar a volta por cima”, comemorou. Para ele, a torcida baiana também teve grande parcela de contribuiçã. “Só temos a agradecer a Deus, a nossa família e a essa torcida que nos apoiou desde o momento que chegamos aqui”, disse. 

 

     A torcida fez a parte dela mesmo antes de a bola rolar. Desde a chegada ao estádio até a execução do hino nacional, quando milhares de vozes continuaram cantando mesmo após o encerramento do protocolo oficial, o otimismo era grande. Acreditando que iria ver a seleção jogar bem, a brasileira Meire Souza Santos trouxe a família até a Fonte Nova. Natural de Salvador, Meire mora há 20 anos na Espanha e a cada dois anos vem visitar os parentes no Brasil. Ao lado do marido, o empresário espanhol Ramón Yanéz, e do filho Aitor, 7 anos, Meire aproveitou a oportunidade para ver os Jogos Olímpicos Rio 2016. “Estive aqui na Copa do Mundo e estou agora nas Olimpíadas. É sempre especial estar em casa e torcer pelo nosso país nesse clima de festa. Eu quero muito ver um gol do Brasil”, disse.

 

     O casal Anderson Ricardo, administrador, e Priscila Lorrana, professora, registrava tudo pelo celular na entrada da Arena Fonte Nova aguardando um belo jogo do Brasil. “A minha expectativa é a melhor possível. Tenho certeza que vamos dar todo o gás. Até porque, se não ganhar, volta pra casa”, disse Ricardo.

 

     A professora Priscila estava radiante. “Vim para aproveitar esse momento único. Na Copa, vimos um jogo em que o Brasil deu show. Hoje aposto em 3 x 0”, afirmou, antes do pontapé inicial. E a animação de Priscila não estava muito elevada durante a semana. “Não tava animada com o jogo, até pelos resultados da seleção. Mas surgiu essa oportunidade e estou feliz de estar aqui. Vim para ver futebol de verdade e espero que os jogadores estejam tão empolgados como eu”, completou.

O jogo

     A Dinamarca veio para Salvador com a clara proposta de empatar. Porém, nem mesmo a presença do príncipe herdeiro Frederik deu jeito na estratégia do último adversário do Brasil na primeira fase.  A seleção canarinho começou pressionando o adversário e, apesar de nenhuma chance muito clara de gol, até os 20 minutos a seleção tinha mais volume de jogo. Aos 23, Gabriel Jesus recebeu belo passe de Neymar e, de frente para o goleiro, chutou para fora.

     Aos 25, após cruzamento de Douglas Santos, Gabriel Barbosa, o Gabigol, completou com categoria e marcou o primeiro gol brasileiro nos Jogos Rio 2016. Aos 34, Gabigol recebeu passe de Zeca dentro da área, mas parou no goleiro Hojbjerg, que colocou para escanteio. Aos 38, o Brasil armou perigoso contra-ataque com Gabigol. Ele passou para Neymar que, com um lindo corta-luz, deixou a bola livre para Gabriel Jesus chutar, nas mãos do goleiro. Logo em seguida, após cruzamento de Luan pelo lado direito, Gabriel Jesus completou para o gol: 2 x 0. No fim do primeiro tempo, o Brasil saiu aplaudido, aos gritos de “o campeão voltou”.

     O segundo tempo começou com o Brasil novamente no ataque. Aos dois min, Luan recebeu de Neymar na meia-lua da área e bateu colocado, tirando tinta da trave do goleiro dinamarquês. No lance seguinte, Douglas Santos recebeu de Neymar e achou Luan na área, que só empurrou para marcar o terceiro do Brasil. Aos 15, Neymar bateu forte de fora da área, mas parou no goleiro da Dinamarca. O Brasil continuou dominando o jogo e, aos 35, Gabigol aproveitou rebote da defesa e marcou mais um. 

Banner Rio 2016 Radio ESPORTESNET

Fonte: Rio 2016