A+ R A-

E não deu para o São Paulo

 

 

     O jogo do dia 06 de julho pela Libertadores mostrou um São Paulo que todos já sabiam como atuavam e que foi Islândia durante a competição...foi longe demais. Não é desrespeito ao Tri-campeão Mundial, mas a realidade é esta. Bauza tem um elenco muito limitado e com a ausência de Ganso e Kelvim, este último por incrível que pareça se tornou um jogador importante no limitado São Paulo, fizeram muita falta a equipe.

     O treinador do time do Morumbi também errou especificamente nesta partida ao escalar Wesley, que nada vem fazendo no São Paulo a não ser encher o saco, ele foi um dos piores em campo ao lado de Kardec, outro que vem tendo uma tempodara desastrosa. Muito me espantou um treinador bicampeão da competição continental não saber que a cultura do futebol colombiano não é a retranca, eles gostam de jogar no ataque e principalmente forçando o jogo pelo meio de campo, meio campo que ficou aberto do lado tricolor, deixando o Atlético Nacional a vontade para destruir o time brasileiro no segundo tempo...exagero? Não...o segundo tempo do time da Colômbia nos primeiros minutos já mostrava que a vitória era questão de tempo e a expulsão, a meu ver injusta, de Maicon era o ponto que faltava para sacramentar ainda mais a superioridade do adeversário e dono de uma das melhores campanhas da competição.

     Outra coisa que chama a atenção antes da partida, foi parte da imprensa brasileira, totalmente desinformada, dizendo que o Atlético Nacional viria para a partida desmontado com vários desfalques, que havia perdido mais de meio time, pura besteira, o time só perdeu Copete para o Santos, os outros dois atletas nem na Liberta estavam inscritos e ainda o time foi bem no mercado e trouxe oito atletas para reforçar seu elenco dos quais, cinco vieram para a competição sul-americana e um deles, Borja, marcou dois gols.

     Mas tudo foi um desastre então? Não, Rodrigo Caio e João Schimidt fizeram uma participação boa dentro de suas limitações, o contestado e criticado goleiro não foi mal, não teve culpa nos gols. 

     Outro ponto negativo foram as facções criminosas que após a partida começaram a detruir carros, roubar torcedores, bater em pessoas e espalhar o caos pela região do estádio do Morumbi, a polícia agiu com firmeza e depois de algumas horas tranquilizou tudo, o que não se pode é deixar mais estes bandidos entrarem e estádios, ações firmes devem ser feitas, não fazer como o MP que inventou esta babaquice de torcida única que não resolve nada.

    A missão Sãopaulina é muito difícil, diria quase que impossível, mas o futebol é mágico e vamos ver o que pode acontecer na segunda partida.

    

Por: Profº Fernando Alves Firmino - Mtb: 71668/SP

 

Sao Paulo Atletico Libertadores Radio ESPORTESNET 06 de julho de 2016002

São Paulo sai de cabeça baixa em um Morumbi com mais de 60.000 pessoas

 

Sao Paulo Atletico Libertadores Radio ESPORTESNET 06 de julho de 2016003

Atlético Nacional comemorou com sua fanática torcida presente ao Morumbi.

 

Sao Paulo Atletico Libertadores Radio ESPORTESNET 06 de julho de 2016004

Saída do estádio foi difícil graças aos vândalos

 

Sao Paulo Atletico Libertadores Radio ESPORTESNET 06 de julho de 2016005

Torcida colombiana organizando o comboio para retonar ao lar

 

Sao Paulo Atletico Libertadores Radio ESPORTESNET 06 de julho de 2016001

Fernando Alves Firmino, Murilo Franco (Narrador) e Alex Tobias (Reportagens) fizeram a transmissão da partida pela Rádio ESPORTESNET

 

Sao Paulo X Atletico Libertadores Radio ESPORTESNET 06 de julho de 2016001

Michel Bastos se esforçou muito para ajudar o tricolor