A+ R A-

Para a geração Leite com Pera

 

 Onde a geração PlayStation e Leite com Pêra esta certa?

 

Por: Profº Fernando Alves Firmino - Mtb: 71668/SP

 

     Geração PlayStation, Leite com Pera...chame como quiser, mas esta geração esta sendo o reflexo do péssimo futebol que surge no Brasil.

     Aqui no Brasil se acha bonito o Chelsea, o City, duas "Portuguesa" de pai rico, times com muitos anos de vida, sem tradição e história e que apareceram uns "empresários" que querem brincar de futebol e fizeram ganhar algo e todo mundo já acha grande, valorizam o campeonato Espanhol, Francês, Argentino, que são "Campeonatos Paulistas" com grife.

     Esta geração que acha sensacional ter uma chuteira colorida, gel da moda, roupinha engomada e não entende nem o que é tática ou como jogar futebol...

     Achamos o máximo ver jogadores brasileiros dominando as "poderosas" ligas chinesas, russas, ucranianas, coreanas, americanas...

     A geração leite com pera acha legal o Daniel Alves falar que é maior que o Pelé. Acham bacana o Neymar tirar foto com o idiota do Bieber e ficar posando com carrões, mas futebol de verdade que é bom...nada.

     O futebol brasileiro deixou de ser protagonista para ser coadjuvante. E não é por conta só dos 7 a 1, o buraco é maior, vem desde a derrota para Honduras na Copa América, a derrota para a rídicula seleção mexicana nas olimpíadas e por ai vai, vexame atrás de vexame, no comando de tudo isto, uma corja de bandidos sentados nas cadeiras das suas federações que nada mais são que escritórios de emissão de carterinhas que arrecadam milhões, mas quem é o culpado por estes ladrões destruírem o futebol? Os sócios destas empresas: os clubes, que são tão mal geridos e administrados quanto as federações, logo, os empresários tomaram conta das divisões de base e ficam formando atletas que são interessantes para o mercado europeu, ou seja, um monte de brucutus burros e sem talentos que nada tem a ver com a raíz criativa e ousada do futebol nacional que foi imortalizada por Leônidas, Pelé, Garrincha, Rivelino, Zico, Djalminha, Marcelinho, Ronaldo, Romário e outros...

     O Brasil precisa voltar a ser Brasil e para isto a reformulação é profunda e envolve reencontrarmos nossas raízes no futebol, fico assistindo alguns "comentaristas" que nunca estudaram, falando cada asneira, defendendo cada jogador na seleção que me da nojo...precisamos de nossa essência, da ousadia, da inteligência, não tem nada a ver com o cara atuar na Europa ou não...pois grandes craques brasileiros atuavam na Europa justamente por atuarem como jogadores brasileiros,hoje eles atuam como robozinhos europeus e pior, só se preocupam com a marca da roupa e as jóias que irão usar no pós jogo.

     Dunga não é gênio, muito pelo contrário, mas não é o único culpado pelos desatinos do futebol nacional nas últimas décadas, mas sua prepotência e arrogância estão manchando a história linda que ele escreveu como jogador na seleção.

     Precisamos repensar, precisamos resgatar valores e cultura, pois se continuarmos com esta geração leite com pera, sentadinha no sofá batendo palma para Champions League e que não sabe dar valor ao seu próprio país, questões maiores e mais importantes como fome, miséria e corrupção só tendem a piorar, pois uma nação sem valores e respeito a sua história é uma nação fadada ao fracasso.

 

Leite com pera

 

No Tatico Fernando Alves Firmino ESPORTESNET 2015